• Falando da experiência pessoal com o GT e outros jogos de corrida!
  • Grupo de campeonatos e amigos de GT
  • Diário de um Piloto, vídeos diversos da série, veja como completar provas, como conseguir troféus e mais!

27 de julho de 2012

Final do SMB3 no Dingoo

Se recordam do Dingoo? É bem provável que não, pois apesar de eu usar bastante ele quando estou por aí, eu simplesmente nunca mais falei nada a respeito dele e se tornou apenas uma das categorias abandonadas na barra lateral do blog e que precisam de uma faxinada. Por mais que eu tenha vontade, não tenho tempo para produzir material de qualidade dele, mas quem sabe eu agora comece a compartilhar um pouco também do uso dele e assim alguns finais de jogos clássicos rodano no Dingoo.

O primeiro para abrir essa seleta linha, muito válida para os jogadores veteranos, é um dos melhores momentos da história dos jogos, e é claro que tinha que começar com um do Mario, no maravilhoso e complicado Super Mario Bros 3. SMB3, aliás, que figurou o 10º lugar dos melhores jogos que já joguei até “hoje” (2010). A lista defasou, itens mudaram, nunca mais atualizei essa lista dos meus imbatíveis que são “must-play” pra quem se diz jogador.

Muitas vezes acabo longe dos meus consoles de mesa, então apelo aos clássicos do GBA e NES no Dingoo A320 com seus emuladores nativos. Durante um tempo, como podia, fui jogando no Dingoo essa maravilha de jogo resistente ao tempo, que é difícil e exige paciência, para concluir com a luta final em grande estilo (com uma câmera não tão a par assim). Dispensável dizer que sei do truque das 3 flautas que existem no jogo e que apenas 2 são o bastante para ir direto ao mundo #8, mas a diversão de SMB3 está no arsenal de apetrechos e na velocidade insana que se pode ir quando se está com destreza.

O video estava bem maior, então o editei e deixei só as partes mais interessantes… na verdade falei o básico e fui da luta pra frente, passando o final e mais uma vez a primeira fase – pra compartilhar como o Dingoo roda bem o NES, macio, a quem não conhece e não o viu em ação. O meu A320 da Dynacon é um portátil de baixo custo e é uma ótima pedida para quem gosta de jogar os clássicos. Com os emuladores de fábrica jogo Game Boy Advanced, NES e Mame do fim dos anos 80, que rodam lindamente, sem flicking ou delay na resposta (lag) do console de bolso.

 

31 de dezembro de 2011

Fechamento de ano

Não postei tanto em 2011. Não fiz seleção dos melhores do ano pra mim. Não terminei uma pataquada de projetos. Não joguei tudo que queria e certamente não rendi tudo que poderia ter rendido em 2011. Sinto que a responsabilidade profissional não foi meu ponto mais forte e sinto isso. Mas na minha vida tudo isso está sendo preparado e mudado. Nosso ano começa daqui uma semana, de verdade, daí começamos o…

A imagem não foi escolhida ao acaso. Adeus 2011, meu novo ano será realmente novo. Nova cidade, novas pessoas, muita correria… bom, um novo modo de correr. Enquanto isso, pra ter o fechamento tradicional do ano, pra não dizer que não terminei meu ano.

(Para continuar lendo, clique AQUI…)

 

12 de agosto de 2011

Minha vida com o Dingoo

Dingoo
E é muito melhor que isso olhando na tela dele, acredite

Minha postagem anterior sobre Dingoo foi na véspera da chegada do meu primeiro portátil. Como retrogamer fiquei muito feliz com a aquisição e o recomendo abertamente aos que se sentem a vontade com o uso de emuladores e curtem os jogos das antigas.


Pequeno, mas não tanto. Botões firmes e confortáveis somado a tela generosa agradam o jogador

Como esperado, a rodar jogos de 16/32 bits é sofrido com os emuladores de fábrica, mas CPS1 e GBA são 100%. Isso é especial no meu caso, pois tive pouco contato com a Nintendo pós-SNES(acompanhando um pouco da trajetória do Nintendo 64) e estou aproveitando algumas velharias interessantes refeitas para o portátil Advanced de 5~10 anos atrás. Concluí nesse período entre a postagem anterior e esta o Super Mario World Advanced (obtendo as clássicas 96 saídas) e o primeiro Donkey Kong Country. Remakes do SNES com alguns extras e alguns cortes. Embora o 3D seja bem pobre, os jogos de plataforma continuam sendo irresistíveis.

(Para continuar lendo, clique AQUI…)

 

13 de julho de 2011

Pré-postagem: Dingoo

dingoo

Sempre tive o desejo de ter um portátil, que fosse confortável e, claro, maleável para ser retrogamer. Em uma das idas na XY Games acabei conhecendo o Dingoo e esta semana deve estar chegando, o que significa que no próximo fim de semana terei algumas horas de brincadeira configurando e instalando algumas coisas nele.

Isso pode ser a chama para trazer de volta a Revista Retrogamer, especialmente agora que estou diagramando continuamente e me sinto motivado a criar alguns pdfs em casa.

E agora teremos a categoria Dingoo, onde irei compartilhar os avanços, opiniões, sugestões e, quem sabe, alguns tutoriais baseados em minhas experiências com o pequeno portátil.

Aos que não conhecem, ele possui leitor de cartões de memória miniSD de até 8 GB, rádio FM estéreo integrado, gravador de voz, exibe imagens (JPG, BMP, PNG e GIF Animado ), reproduz vídeo (ASF, AVI, DAT, SWF (Flash), FLV, MPG, MP4, RM, RMVB, WMV e 3GP ) e músicas (MP3, WMA e WAV), mas a função principal é ser base para emuladores de 8 e 16 bits (e alguma coisa de 32 bits) das plataformas Game Boy, Game Boy Color, Game Boy Advanced, Super Nintendo, Nintendo, Atari 7800, Atari Lynx, Odyssey, PC Engine, Neo Geo, Capcom Arcade, Mega Drive, JungleTac e, óbvio, Dingoo.

cadillacs and dinosaurs

Destaquei o RMVB, SNES e CPS1/CPS2 por um motivo… é o que me interessou mais. RMVB para assistir seriados e filmes; SNES por ser SNES, oras; e a CPS1 e CPS2 por ser os fliperamas que eu jogava na minha infância. Só de imaginar poder rodar Cadillacs and Dinosaurs já fico muito feliz.

E tudo isso com bateria recarregável que dura de 4 a 14 horas, dependendo do tranco, display de 2,8” QVGA (320×240), cpu de 400MHz MIPS (em underclock, rodando a 360MHz), 32MB de RAM e 4GB de HD flash. Nem tanto tempo atrás (uma década) meu micro de mesa não era tão mais potente que isso. E em termos de software isso é o default dele, a brincadeira só começa de verdade com um cartão miniSD e a instalação do Dingux, um Linux feito pra ele, com diversos emuladores muito melhores, mais formatos e, até, emulador de PlayStation 1 (com jogos até 10.000 polígonos por segundo!). Dispensável dizer que eu estou realmente interessado nele e ansioso pela chegada, que deve ocorrer até, no máximo, esta sexta-feira, 15/07… não crio ilusões quantoa  emulação em 32 bits, vide PlayStation, mas se rodar SNES macio pós overclock e Dingux, estou plenamente satisfeito.

 

Navegue pelo blog:
 
 
Gostou do blog? Você pode curtir no Facebook:
 
PSN ID: R4-RobsonB
PSN ID: R4-RobsonB
clique ver mais detalhes do meu perfil na PSN