Correndo o 4fun classe GT500 da GGT


Minha única vitória na noite foi Le Mans, as demais  foram de 4ª posição pra cima…

Tem um tempo que eu não corria tanto em um nível tão alto. E digo nível em vários sentidos, pois pessoal da GGT anda muito, bate pouco (jamais contra oponentes), guia sem assistências (nem mesmo traçado, só ABS 1) e é extremamente competitivo. Ali é um espaço que é um verdadeiro automobilismo virtual, com penalizações e danos permanentes no carro. Até tentei me justificar que eu corro no controle DualShock 3, mas isso não muda o fato de que eles andam rápido.


Só técnica não basta contra o pessoal da GGT, tem que levar o carro ao limite

Para ter alguma chance, forcei o meu limite e algumas poucas vezes o do carro no jogo também. Como o Honda tem um problema de sair de traseira, amenizado com um pouco de trabalho na suspensão, eu não tive como arriscar perder o controle do carro. Mesmo assim, tive freios quentes, pneus na zebra, pé embaixo o máximo de tempo possível… até arrisquei alguns ajustes menores de última hora e combinações de pneus para tentar diminuir uma parada no pit-stop.


off: Uma HDR discreta para dar mais detalhes, como eu dentro do carro…

Mas foi quase inútil, eles eram 2~3s mais rápidos que eu por volta a cada minuto na pista, isso logo se tornava uma difereça grande, menos, é claro, em Le Mans… talvez única exclusivamente pelas retas e por eu ter feito 48h (24h x2) no meu PS3 e no do Guto. Isso e o fato de eu ter largado mais a frente e ter escapado ileso de um bolo numa das curvas, reduzindo meus oponentes a somente 2… na última volta, quando abri mais margem, a única coisa que contava era a situação dos pneus e que fiz um acerto colocando pneus de corrida médios ao invés de macios…

About GameOver RobsonB

Um apaixonado por jogos de corrida, especialmente Gran Turismo, que quer a experiência definitiva em consoles quando o assunto é carro. Autor do blog do RobsonB.

6 thoughts on “Correndo o 4fun classe GT500 da GGT

  1. Grande Robson!

    É um imenso prazer ter você participando do Campeonato GGT, e gostei muito do relato do nosso Forfun.

    A propósito: também piloto com o DS3… 😉

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *