• Falando da experiência pessoal com o GT e outros jogos de corrida!
  • Grupo de campeonatos e amigos de GT
  • Diário de um Piloto, vídeos diversos da série, veja como completar provas, como conseguir troféus e mais!


13 de agosto de 2010

Haverá sucesso para Gran Turismo 5?

Em produção por 5 anos, por que se esperaria sucesso de Gran Turismo 5?

Fotografia do R8 batida por RobsonB

Estava jogando o Gran Turismo 5 Prologue (GT5P) (obrigado ao Rico por isso), uma espécie de versão “beta” da versão final que a desenvolvedora do jogo dispôs para que os fans (tipo eu) não morressem durante a longa espera. A verdade é que o prologue está longe da versão final, já que até mesmo a física do jogo (neste baseada no GT4 final) foi refeita do zero para maior realidade.

DSC05447r

Eu já havia falado que este é, se não O, um dos principais motivos de se ter um PlayStation 3. Venho jogando Gran Turismo 4 (68% concluído já, até novembro eu chego lá) no PlayStation 2 e havia no começo deste ano jogado a pista especial do GT5 com o novíssimo Nissan 370z. E o que se pode esperar do Gran Turismo 5?

Então, o que vem adiante na quinta versão final para console de mesa da Sony?

Carros. MUITOS carros!! E detalhados!

O Prologue impressiona pelo grafismo… não são muitos os carros nessa versão, mas a riqueza de detalhes e, especialmente, o ponto de vista do motorista, o movimento de mãos ao volante, todas as sombras e tudo mais passando sob o nariz é muito bacana.

DSC05711r

GT5 promete ter 1000 carros empacotados no jogo… descontando feriados e fins de semana, dá na média uma digitalização de um carro por dia para dentro do jogo. E uma equipe monstruosa para isso. É possível? Bom, Gran Turismo 4 tem 700 carros. Sem o interior desenhado e com uma parte externa bem mais simples, mas estão lá. Observar o R8 aí em cima demonstra que, mesmo removendo os efeitos, há muitos vincos e detalhes a serem modelados. Não tenho idéia de quantos modeladores seriam necessários para converter um carro desses, incluindo motor, chassis, interior e criar um modelo destrutivo em apenas um único dia. Sim, GT5 deve ter, pela primeira vez na série, a possibilidade de ter danos mecânicos visuais, arranhões, amassados, quebras, descolagem de partes (frisos, por ex), trincões… isso só é possível porque o modelo criado é destrutivo. E isso dá bastante trabalho, até.

koenigsegg_gt5

Não fosse o acaso de ter carros de rua, que dão o nome ao jogo, estará disponível alguns carros da Nascar, da WRX e, sim, da F1. É o mais perto que eu, por exemplo, vou chegar desses bólidos automotivos. Ahh sim, e Ferrari. Eu ainda espero pelos Porsches também, só faltam eles. Será que vão ser uma surpresa? O certo é que teremos muitos carros no jogo e, não fosse isso, direto no disco, com novos carros podendo ser adicionados pela PSN, por ex, como ocorre com o Little Big Planet.

Pistas mais incríveis!!

As poucas pistas são interessantes e, tirando Fuji que é muito parecida com a do GT4 esticada em HD pro GT5P, mostram que o poder adicional do PlayStation 3 faz valer a espera. London possui muitos reflexos em vidros e, salvo por poucos glitches (como quando se passa sobre uma zebra olhando pra trás com L1 e o vidro interno do Honda reflete o piso), é incrível mesmo. Se espera por modelos detalhados de Nürburgring, uma das pistas mais emocionantes (e longas) da série, porque não se esperaria de outras pistas da série. Aliás, a famosa pista alemã deve ser refeita e as pixações todas estarão renovadas. Outra pista que eu espero com certa ansiedade é Laguna Seca. Pista que debutou no GT2. Laguna Seca é uma pista que a cada versão surge diferente… (compare os diferentes jogos).

DSC05723

Eu, como fã, não espero menos que TODAS as pistas anteriores e mais algumas novas. Incluindo as pistas de circuito do Gran Turismo 2 que foram descartadas nas versões 3 e 4 da série. Novas pistas de condições extremas são uma pedida interessante, até pelos WRX. A certeza é que teremos novas ovais. Muitas pistas, muitos carros, muitas condições de provas e um jogo extremamente longo. Com a física mais interessante que se pode ter no Gran Turismo 5 final, ainda mais refinada que no Prologue, é de se esperar que as provas sejam mais acirradas. Isso eu vi no GT5P, mesmo jogadores veteranos da série (jogo desde o primeiro, de 1997) vão ter que se espertar com o que está vindo por aí se sairem desativando itens de assistência. Por outro lado, jogando com câmbio manual e com assistências desligadas, a realidade das pistas deve ser ainda maior.

DSC05712

Destruição suprema

Amassar e quebrar são coisas que me trazem a lembrança jogos como Flatout e GRID. Mas ambos são arcade. Quando se fala de destruição num simulador, mais que o efeito que isso causa visualmente, há o fator mecânico!

Amassar os carros é uma coisa muito legal nos jogos… danificar mecanicamente e mudar a experiência de direção de forma realista é outra. Quando se fala em comprar o carro usado, então, fica pior ainda, porque não apenas terá de trocar o óleo e realinhar o chassis, mas é provável que os usados agora venham riscados, com partes faltando (detalhes colados faltando), ou com vidros trincados, por exemplo e, o que é pior, com danos na suspensão ou câmbio… Se isso se cumprir, fará sentido. E o conserto dos carros, como será que vai ficar? Bom, levantar dinheiro se o conserto tiver de ser pago vai tornar o jogo digno de um SimCity de carros! E, assim, a dificuldade vai ir a um nível também real…

3D, como você nunca viu…

O 3D é uma tecnologia curiosíssima. Visão 3D estereoscópica, como a que existe em alguns cinemas, de modo que você mergulhe no jogo, somado a telas enormes de alta resolução são algo que deixam qualquer jogo legal. No caso de Gran Turismo os resultados seriam incríveis!! Não apenas ver o interior do carro, mas ver esse interior em 3D… um posicionamento muito mais realista para quem joga.

COMO trazer 3D e fullHD ao PlayStation3 é algo que eu ainda me questiono. Alguns jogos não suportaram sequer chegar ai 1080P (60fps), para fazer o 3D fluído teria de ter isso e 144fps… mais que o dobro!! A única coisa que me vem em mente é que o jogo irá cortar FPS e repassar para a TV quadros repetidos enquanto está processando o seguinte… se ele repetir 2 quadros com apenas 2 renderizações (uma para cada olho), o FPS cairia de 144 para 72, algo mais próximo o que o PS3 já faz (60), mas você veria apenas metade disso com cada olho, a 36 quadros por segundo. Se ele esticar 3 quadros sem mudar a tela, emitiria os 144fps e processaria a 1080 (1920×1080 pixels), mas a apenas 48fps, 24fps para cada olho. Como o 3D precisa mudar por olhos, parece pouco, mas se considerarmos que está acima de 30, não há aquela sensação de lentidão. Aliás, beirando os 50 no pior das hipóteses, o jogo estaria fluido ainda assim. Claro que quem jogasse sem o 3D (que nem eu) teria um jogo mais fluído, SE o PlayStation manter os 60fps. Digo porque na minha concepção, no pior das hipóteses, estaria vendo para cada olho 24 quadros por segundo, isso é quase o que nossa TV comum exibia (PAL exibe a 25 quadros por segundo). Então, é possível que o PS3 reproduza 3D? É… é bem provável.

DSC05754

Isso pode ser estranho, mas o fato é que você não notaria em 3D que o jogo está sendo reproduzido com menos quadros que você via na tela comum. Só que você teria de ter uma TV que supotasse 3D do mesmo modo porque o processo todo se daria dentro do Play e não na TV.

Controle a visão com o corpo

Movimentar-se por dentro do carro é bacana, mas exigir atenção aos dedos enquanto se guia é algo trabalhoso… vide o GTA IV que em muitas missões exige que você atire, controlando a visão, enquanto dirige em alta velocidade. É um casamento perigoso, embora divertido. Mas GTA e Grid são jogos que permitem que você se recupere, chance que um simulador não fará…

Aos afortunados que possuem uma Eye Toy, a câmera do PlayStation, parece que haverá um controle para a câmera que segue o movimento que você faz com a cabeça… de modo que você controla a visão dentro do carro com sua cabeça, dispensando botões e combinações mirabolantes. Até porque, o Kinect do x360 deve estar desembarcando no mesmo período e a Sony não poderia perder a oportunidade de tentar ofuscar o poderoso arsenal do concorrente.

DSC05734[3]

E, também, Kazunori Yamauchi falou algo sobre o fato do jogo suportar o PS Move, o controle de movimento do PlayStation 3. Embora eu ainda não tenha entendido bem o sentido, já que se for pra usar isso como controle de volante, GT5 vai concorrer com quem, Mario Kart?!

Conectividade online

Hoje, pra mim, isso não influi muito… mas é fato, se vier sem suporte decente para jogos multiplayer para os 12~16 jogadores, será um “epic fail”. Para tanto, a Polyphony já andou pipocando aqui e ali que o jogo deve oferecer 32 salas com suporte a texto e voz,

E daí? Bom, se você alegremente possuir uma internet veloz o bastante (ou uma LAN), você pode criar corridas para até (32×16=) 512 jogadores simultâneos… isso em UM grupo fechado… diria que é quase impossível ter tantos jogadores ao mesmo tempo que se conheçam, porém, é, deve bastar. No modo online para Gran Turismo World, com jogadores de qualquer canto do mundo, quem sabe o que pode acontecer.

Será que Gran Turismo vai tornar o gênero corrida um estilo de competição profissional como ocorre com shooters?! Seria bacana demais…

E o preço?

A versão “simples” do Gran Turismo 5, estimo eu, deve chegar pela bagatela de 250 reais no Brasil… provavelmente ali pelo dia 10 de novembro, se a Polyphony não empurrar o prazo mais uma vez pra 2011, ano de lançamento da SLS que ilustra a capa. E pode ser um jogo bastante caro para quem quiser chegar o mais perto possível de um simulador. Você teria de ter um Logitech G27 ou G25, a EyeToy, uma tv com suporte 3D e, claro, um PS3. Se vale a pena? Bom… é um simulador na sala de casa, quanto custa um simulador?! Então… o PS3 é uma pechincha…





Faça seu comentário! »

Você pode seguir as respostas deste post pelo feed RSS 2.0
 

Navegue pelo blog:
 
 
Gostou do blog? Você pode curtir no Facebook:
 
PSN ID: R4-RobsonB
PSN ID: R4-RobsonB
clique ver mais detalhes do meu perfil na PSN